Rigidez matinal no joelho. Descubra o que pode ser

Tempo de leitura: 3 minutos

category

Rigidez no joelho – um problema comum

Quantas vezes não nos deparamos com parentes, amigos, conhecidos, que estão quase sempre acometidos de dores ou rigidez no joelho. E essas pessoas sofrem principalmente ao se levantarem.

Esse é um problema mais comum do que se imagina, e nem por isso há uma preocupação do sistema público de saúde para minimizar ou até mesmo estimular um programa de prevenção para tais males.

Enfim, se tiver mais de 50 anos, há que se estar sempre atento aos sinais que os joelhos emitem para nos avisar de algo não vai bem, exemplo: estalos, dores, sensação de atrito, dificuldade de articulação.

O joelho é a parte mais sensível aos processos inflamatórios e degenerativos das articulações. De modo geral, a artrite e a artrose são, na maioria das vezes, as responsáveis diretas pela rigidez no joelho que acomete a maioria das pessoas.

Rigidez é a sensação de que o movimento está limitado, dificultando a simples locomoção. Algumas pessoas que apresentam esse problema, até conseguem movimentar a articulação, porém esse movimento requer força.

Artrite e Artrose

Vamos nos limitar aos dois problemas que mais interferem na rigidez no joelho. A artrite, que é um processo inflamatório das articulações, e a artrose é uma doença em que ocorre o desgaste e a perda de cartilagem e degeneração óssea.

Embora distintas a artrite e a artrose são doenças que se inter-relacionam, pois, a inflamação da primeira afeta diretamente na segunda, isto é, desgastando e destruindo a cartilagem.

É muito importante que por ocasião de consulta a um fisioterapeuta seja fornecido todos os sintomas provocados pela rigidez no joelho, como quantos minutos demora em melhorar, se é só pela manhã, etc.

O profissional, com base nas informações, através de exames visuais, irá identificar o problema e, em seguida, traçar o diagnóstico, indicando o plano de tratamento ideal em cada caso.

Através das consultas, diversos exercícios serão propostos para corrigir o problema no joelho, contribuindo para o alívio dos sintomas, diminuição das dores, redução do processo inflamatório, entre outros benefícios que a fisioterapia proporciona.

category

Tratamento

De imediato, estando em casa, para aliviar a dor, a tensão causada pela rigidez no joelho, recomendam-se compressas de calor ou gelo, dependendo do diagnóstico encontrado.

É importante estabelecer algumas restrições e cuidados que devem ser seguidos à risca, a fim de que a região do joelho não seja submetida a impactos ou pancadas.

A fisioterapia é importante?

No estabelecimento de um programa de fisioterapia, o profissional especialista na Reabilitação precisa conhecer os sintomas apresentados pelo paciente. Pois a partir daí é que será traçado o programa.

Deve levar em conta a idade do paciente, se é jovem ou mais idoso, as características físicas, de modo que proponha o ritmo adequado dos exercícios aplicados e atividades indicadas.

Nos problemas inflamatórios que provocam a rigidez no joelho, podem ser aplicados agentes físicos no tratamento. O calor ou o frio são indicados nas crises inflamatórias, além de correntes elétricas com fins analgésicos.

As técnicas aplicadas em um programa de fisioterapia são as mais diversas;

– A liberação miofascial é fundamental, pois atua em diferentes tecidos;

– Técnica de mobilização do joelho específica para cada caso, objetivando os movimentos completos do joelho;

– Estímulos da flexibilidade dos principais músculos que envolvem a articulação;

– Reforço da musculatura, especifico para cada parte;

– A hidroterapia é uma técnica muito útil, uma vez que a imersão na água diminui a carga nos joelhos.

Como pode ser observada, a fisioterapia é preponderante no tratamento da rigidez no joelho, seja qual for a causa.

 

category

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *