Hérnia de disco – O que é, sintomas e tratamento

Tempo de leitura: 4 minutos

category

Hérnia de disco – O que é, sintomas e tratamento

É provável que você já tenha conhecido ou escutado sobre alguém que foi acometido pela hérnia de disco. Mas você sabe o que é a hérnia de disco? Como ela se desenvolve? Quais os sintomas? Como é o tratamento?

Essas questões são importantes não somente para quem sofre com hérnia de disco, a prevenção é a melhor forma de manter sua qualidade de vida e identificar os sintomas antes que a doença se desenvolva. Por isso, veremos as respostas das perguntas realizadas anteriormente no decorrer deste artigo.

O que é a hérnia de disco?

A coluna tem em sua formação discos intervertebrais que evitam o contato direto de uma vértebra com a outra, caso isso não fosse evitado, o resultado seria dores intensas. Por isso os discos estão posicionados entre as vértebras, para amortecer o impacto.

Porém, quando algum desses discos se desloca do seu eixo há compressão da raiz nervosa, que é a hérnia, causando dores, formigamento e outros sintomas. A hérnia de disco acomete principalmente a região lombar, ocasionando dores lombares e dores nas costas. Os discos mais afetados pela a hérnia fica entre a quarta e quinta vértebra lombar (L4/L5) e no disco que fica entre a quinta vértebra e o sacro (L5/S1).

A hérnia de disco pode afetar também a região cervical e torácica. A lesão que ocorre no disco pode ser classificada em três tipos: protusa, extrusa e sequestrada. Vejamos com mais detalhes ao tipo de hérnia:

Protusa: O disco possui um formato oval, porém quando a hérnia é classificada como protusa significa que houve uma deformação. O anel fibroso se alarga, o que pode fazer com que o disco toque em áreas sensíveis, causando dores.  O núcleo pulposo permanece intacto.

Extrusa: O disco se rompe e o núcleo pulposo (liquido gelatinoso) forma uma gota na fissura gerada pelo rompimento das paredes do disco.

Sequestrada: Na hérnia de disco sequestra também há o rompimento do disco, porém o liquido que há no núcleo pulposo sai e atinge o canal medular. Esse é um quadro que apresenta dores intensas, pois o liquido possui ácidos e a compressão na raiz nervosa se torna maior.

Sintomas da hérnia de disco

As dores são mais intensas onde a hérnia está localizada, podendo irradiar para outras regiões do corpo. A hérnia de disco lombar apresenta não somente dores lombares, mas também nas costas, pernas e pés.

Outros sintomas que acompanham a hérnia é a perda de sensibilidade, formigamento, dor no período da noite, incontinência urinaria, dormência e diminuição da força nas pernas. Também a perda da mobilidade, o que compromete seu rendimento no trabalho, dificuldade para realizar atividades simples do dia a dia prejudicando sua qualidade de vida.

Ao observar alguns ou todos esses sintomas, procure imediatamente um profissional da fisioterapia. Com o diagnostico de hérnia de disco é possível iniciar o tratamento para recuperar sua saúde e qualidade de vida.

Tratamento para a hérnia de disco

Ao saber o tipo de hérnia de disco e onde se localiza é possível iniciar um tratamento eficaz que ajudará em uma recuperação eficiente. O período de tempo para se recuperar varia de pessoa para pessoa, porém é importante procurar um fisioterapeuta que tenha um atendimento multiprofissional. Um tratamento integrativo trará resultado de forma global para sua saúde.

A fisioterapia é um tratamento com resultado positivo para a recuperação da hérnia de disco. Técnicas fisioterapêuticas, alongamentos, exercícios de fortalecimento e outros recursos são exemplos de como é realizado o tratamento. Os benefícios vão além do alivio da dor, como: aumento da flexibilidade e mobilidade, melhora da postura corporal, fortalecimento dos músculos e diminuição da pressão sobre a coluna.

Porém, há casos em que há necessidade de intervenção cirúrgica. Procure um profissional que apresente para você todas as opções de tratamento, mas que vise à melhora da sua qualidade de vida.

category

 

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *