Síndrome Femoropatelar – Como tratar?

Tempo de leitura: 3 minutos

categoryVem se tornando cada vez mais comum, pessoas desenvolverem algum tipo de patologia no joelho. Essas patologias são causadas pó diversos motivos, como, traumas, lesões, postura incorreta, idade avançada e em decorrência de outros tipos de doenças.

Tomar medidas preventivas é importante para manter nossa qualidade de vida e mobilidade. Uma condição que pode afetar significadamente o joelho é a Síndrome Femoropatelar. Essa síndrome atinge a patela e o fêmur que fazem parte da articulação do joelho, acometendo principalmente mulheres e atletas.
Quais são as causas da Síndrome Femoropatelar? E o mais importante, como tratar? Neste artigo iremos responder essas questões e ajudar você a ter alívio dos sintomas dessas condições.

Síndrome Femoropatelar

Como mencionado anteriormente, a Síndrome Femoropatelar afeta articulações do joelho que são o fêmur e a patela. Os sintomas dessa síndrome podem diminuir nossa mobilidade dificultando tarefas simples do dia a dia, como, sentar, gerando dor e estalos ao andar.

Ficar em pé ou sentado por longos períodos só pioram os sintomas e aumentam o desconforto afetando suas atividades rotineiras. Alterações biomecânicas são responsáveis pela Síndrome Femoropatelar, causando dor e atrito que com o tempo se desenvolve na condição de síndrome.

Essas alterações podem ter seu desenvolvimento relacionado à sobrecarga, desgaste e traumas na região. Pessoas sedentárias também são afetadas por esta síndrome, devido a sobrecarga do seu próprio peso. A dor de quem sofre com essa condição pode aumentar ao correr ou caminhar, subir ou descer escadas. Isso ocorre devido a patela sair do seu local original, se deslocando para a lateral, ocasionando uma forte fricção causando dores no joelho.
Outros motivos que podem levar ao desequilíbrio dessas articulações são: joelho valgo, alterações ósseas, patela alta, entre outros. Por isso, é importante ter um diagnóstico que realmente identifique a causa da síndrome de dor femoropatelar. Esse diagnóstico pode ser realizado através de uma avaliação física realizada de modo integrativo, analisando fatores como estilo de vida, mobilidade e alimentação.

Como tratar a Síndrome Femoropatelar

Durante o tratamento um dos objetivos é devolver equilíbrio para as articulações afetadas. Técnicas e exercícios fisioterapeuticos desenvolvidos de acordo com a causa da sua dor, focam no alivio dos sintomas, melhorando o funcionamento da patela e corrigindo alterações biomecânicas. Além disso, os exercícios prescritos pelo Fisioterapeuta irão aumentar a resistência muscular, fortalecendo os músculos da região auxiliando na prevenção de futuras patologias.
Também há alguns tratamentos que podem trazer resultados dependendo da causa da Síndrome Femoropatelar, como: colocar gelo na região afetada, usar calçados corretos com palmilhas adequadas e terapia por ondas de choque.

É necessário observar que o tratamento de cada pessoa acometida por essa síndrome varia, pois as causas da Síndrome Femoropatelar são diversas. Um profissional da saúde que tenha um atendimento com abordagem integrativa e multiprofissional ajudará você a ter um tratamento de qualidade, analisando a origem da sua dor e todo seu estilo de vida. Além de ajudar a agregar qualidade de vida após o tratamento.
Busque um profissional da saúde e comece seu tratamento!

Quer saber como ter um joelho saudável! Clique aqui

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *